seja bem vindo

Seguidores

terça-feira, 14 de julho de 2009

- Alma da magia





- Alma da magia
Pois nem só as pessoas a têm
É pura e não é fantasia
Mas nem todos a vêem
..
São os cisnes a nadar
Numa união perfeita
Uma sincronia sem igual
Mas que a muitos passa alheia
..
São as árvores que balançam
Com o vento a soprar
Mas apenas reparam
Nas folhas a vibrar
..
É o anjo que sopra
E faz as borboletas voar
Cada uma com a usa cor única
Que faz um arco-íris se criar
..
Tudo o que não vê e sentimos
É a alma da magia
Que passa por nós em todos os segundos
Que nos dá a beleza da vida
-

8 comentários:

MIUÍKA disse...

Olá amiga,muito obrigada por seguir o meu blog,seguirei o seu, pois tem muito para dar e gostei do que vi,imagens com muito bom gosto e poemas lindos.
Um beijinho...MIUÍKA

O Profeta disse...

Pintei em traços vibrantes
Aprisionei a beleza e a harmonia
Dancei no sabor de irreverentes matizes
Misturei a aurora com o fim do dia

Um violoncelo soltou duas notas sorridentes
Dançaram as cores de forma trágica
Os pincéis inventaram a doçura do teu rosto
Em movimentos de rodopiante mágica


Boa semana


Mágico beijo

Alvaro Oliveira disse...

Olá Amiga Gina

Vim agradecer sua visita e sua permanência como seguidora de meu blog. É uma honra que
me concede e agradeço. De visita ao seu lindo cantinho, me senti maravilhado e já
reservei meu espaço. É linda a sua poesia.

Um beijo

Alvaro

O Profeta disse...

Uma jura de amor nasce do peito
O querer vestiu-se de exaltação
Um olhar prende um sorriso sincero
Duas mão procuram a união

Seguem juntos rumo ao infinito
Habitam o Templo da imaculada ternura
Nesta peça ninguém morre, acaba bem
As deixas são engalanadas pela formosura


Queres viajar no para sempre...?

Doce beijo

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Bom domingo

Doce beijo

O Profeta disse...

A meiguice dos teus olhos
Enternece a alma mais dura
Sei-te em cada batida de coração
Na verdade da água pura

Voa pelo celeste no seio de uma nuvem branca
A água que beija a ilha
Apaixonou-se pela sua sublime beleza
De emoção chorou perante a maravilha

Doce beijo

O Profeta disse...

Porque será que os pássaros
Cantam na partida do dia
Porque será que um amante ausente
Fica de alma apertada, vazia?

Porque será que as ondas lamentam
Em sussuros de sal no areal
Porque será que as rezas são feitas
Para correr para o longe o perverso mal?


Boa semana


Doce beijo

O Profeta disse...

Um formoso menino estava mesmo alí
Tocou de leve o lado esquerdo do meu peito
Olhou-me com um luminoso sorriso
Deixou-me sem fala, sem jeito

Deixou-me no apagar de uma vela
Olhei novamente o mar
A calmaria voltou como por encanto
Mil criaturas inundaram-me o olhar

Golfinhos felizes assobiaram
A cria de uma baleia acenou-me
Uma andorinha do mar poisou no parapeito da janela
Uma maravilhosa e antiga história sussurou-me

As estrelas brilharam no celeste
A Lua estendeu seu manto de fino lusr nesta cena
Adormeci na imensidão deste mundo
No embalo de...Uma Noite Serena...


Uma noite serena

Um bom final de ano e luminoso 2010

Um terno beijo